Veja Como Conseguir Aposentadoria Mesmo Sem Ter Pago As Parcelas Do INSS

0

Infelizmente, muitos brasileiros, não sabem e não entendem as questões que envolvem a aposentadoria, mesmo sem nunca ter contribuído com o INSS. Hora, se estamos falando de um direito, você tem que conhecer. Em outras palavras, todos os brasileiros tem direito a aposentadoria, mas nem todo mundo sabe disso.

Dessa forma, resolvemos trazer esse assunto de extrema relevância para ser discutido aqui. Todavia, até quem nunca contribuiu com o INSS pode ter acesso a essa ajuda mensal depois de longos anos de trabalho.

Infelizmente, muitos brasileiros, não tem acesso a essas informações e deixam passar algo tão importante em suas vidas: aposentadoria. Por outro lado, o Governo disponibiliza essa ajuda, ou melhor, esse auxílio no valor de 1 salário mínimo, para essas pessoas. Isso significa que as famílias de baixa renda vão receber mensalmente R$ 1.045.

Continue lendo o post a seguir para entender de forma claro como funciona o direito a aposentadoria.

BPC – Benefício de Prestação Continuada

BPC

O BPC (Benefício de Prestação Continuada) foi implementado através da Lei Orgânica de Assistência Social, chamada de LOAS. Vale salientar que o BPC é muito parecido com aposentadoria ou com uma pensão, mas não é mesma coisa.

A grande diferença entre eles é porque o BPC não dá o direito ao 13° salário. Mas, é bom deixar claro, que todo mundo tem direito a esse beneficio, desde que alguns requisitos sejam cumpridos que o Governo e o LOAS pedem.

Quem tem direito ao Benefício de Prestação Continuada

Bem, para ter acesso ao benefício, primeiro de tudo, é necessário que um assistente social faça uma avaliação sobre a renda familiar. Esse trabalho é denominado estudo social. Dessa forma, o solicitante deve requerer a visita desse profissional. E, para realizar esse pedido, é necessário se dirigir até o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) mais próximo de sua casa e solicitar a visita.

É bom deixar claro que, pelo menos uma cidade, possui um CRAS para poder fazer esse pedido e consequentemente essa avaliação. Ah, outra informação importante é que o solicitante deve estar inscrito no CadÚnico, ou melhor, no Cadastro Único, que permite acesso aos programas sociais do Governo Federal. Através dele é realizado um cadastro das famílias de baixa renda e ele inclusive, permite o acesso ao Bolsa Família e a diversos outros programas.

Contudo, é bom lembrar que isso tudo deve ser realizado antes de ir ao INSS para solicitar o benefício do BPC.

Dessa forma, com o documento do CRAS em mãos, o solicitante deve se dirigir até uma agência do INSS para dar andamento ao pedido do benefício. Vale lembrar que pessoas com mais de 65 anos ou com alguma deficiência pode pedir o benefício, mas deve haver a comprovação de que não conseguem trabalhar.

Confira quem tem direito ao benefício:

BPC

Para ter acesso ao benefício é necessário ser brasileiro, ser naturalizado ou possuir nacionalidade portuguesa.
Para quem possui nacionalidade portuguesa é necessário comprovar que possuem residência fixa no Brasil e devem estar encaixados no seguinte requisito de renda familiar: inferior a ¼ do salário mínimo atual.

Além disso, as pessoas que possuem alguma deficiência que impeçam de trabalhar poderá ter acesso ao benefício.Para isso, elas devem comprovar incapacidade intelectual, física, mental ou sensorial.

E quem nunca contribuiu com o INSS?

Bem, a verdade é que até mesmo quem nunca contribuiu com o INSS pode ter direito ao benefício, ou melhor, a essa espécie de aposentadoria. De forma geral, as famílias que são aceitas possuem renda considerada baixa, vivem em situação de pobreza ou em situação de extrema pobreza.

Em contra partida, é bom deixar claro que esse benefício pode ser negado. Isso acontece, na maioria dos casos, quando a família não consegue comprovar a total incapacidade de ter acesso a uma renda.

E, para as pessoas que ainda não sabem, o INSS atualmente, usa provas de redes sociais para ficar por dentro se a pessoa ou família pode ou não trabalhar. Isso significa que o INSS investiga de todas as maneiras se se existe a real necessidade do benefício.

Veja também:

+ Consulte o CPF de forma on-line e gratuita.

Acesso ao BPC de forma digital

Bem, como falamos acima, para ter acesso ao BPC é necessário estar inscrito no Cadastro Único e vale salientar que a atualização desse cadastro deve ter ocorrida há no mínimo dois anos.

Além disso, pelo “Meu INSS”, é possível solicitar, confira:

● Aceso o “Meu INSS”;
● Depois de efetuar o login, clique na opção “Agendamentos/Requerimentos”;
● Clique na opção “novo requerimento” e havendo necessidade, clique na opção “atualizar”. Em seguida, selecione a opção “avançar” e na opção “pesquisar” digite a palavra deficiência e selecione o serviço desejado.

Em seguida, após a realização desses procedimentos, o solicitante será informado se haverá ou não e necessidade de comparecer a uma agência INSS. Caso necessário, deverá ser comprovada alguma informação.
Para ficar acompanhando a solicitação do benefício, basta selecionar a opção “Agendamentos/Requerimentos”.

Em caso de dúvidas acesse o “Meu INSS” ou ligue: 135.

BPC

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.