Saiba Como Realizar Um Curso De Pós-Graduação Na Espanha

0

A Espanha é um berço de educação e cultura no continente europeu. Dessa forma, diversos cursos pós-universitários estão disponíveis para alunos do mundo todo. Mas, para muitos brasileiros, a burocracia pode ser um fator determinante para realizar um curso de pós-graduação na Espanha.

A seguir, vamos mostrar passo a passo como realizar um curso de pós-graduação na Espanha.

Você já deve ter ouvido ou visto que as universidades locais exigem diversos tipos de documentos para comprovação disso ou daquilo. Dessa forma, alguns passos devem ser seguidos para participar do processo seletivo da universidade escolhida para em seguida, realizar a matricula.

Se você se interessou por esse objetivo, veja como fazer todos os passos de forma ideal, com calma e assim evitar problemas.

Confira todos os passos para realizar um curso de pós-graduação na Espanha

curso

Para melhorar ainda mais o entendimento sobre a realização do curso de pós-graduação, nós optamos por mostrar todos os passos em etapas. Dessa forma, um cronograma para um melhor entendimento será realizado a partir de agora, acompanhe.

1 – A seleção

O primeiro de tudo é entender como funciona o processo seletivo para realizar um curso na Espanha. Mas antes de qualquer coisa, vamos deixar claro que cada universidade tem sua maneira de realizar o processo. Mas em sua grande maioria, os documentos exigidos serão, praticamente, os mesmos.

Confira os documentos para realização do curso:

  • Comprovante do conhecimento de língua espanhola (podendo ser em sua maioria, Diploma do Instituto Cervantes, DELE)
  • Comprovante de graduação
  • Histórico escolar
  • Carta da universidade
  • Documento pessoal (RG ou Passaporte)

Uma das grandes dificuldades das pessoas é tirar o diploma de graduação. Isso se deve porque o mesmo deve ser autorizado em cartório e isso custa um pouco mais de R$ 110. Dessa forma, a tradução tem que estar juramentada e ir até o consulado espanhol no Brasil.

No que diz respeito a carta da universidade, ela terá validade para comprovar que o aluno irá cursar um curso de pós-graduação em uma escola local. A faculdade deverá fazer esse documento e autorizar em cartório.

O visto de estudante

A segunda etapa de todo o processo é o visto de estudante. Já estamos considerando que o aluno já foi aceito pela universidade e a está com toda a documentação separada.  Veja a continuação do passo a passo para realizar um curso de pós-graduação na Espanha.

De forma geral, é necessário separar novos documentos, como o formulário para inscrição do visto, o passaporte válido para a moradia e o RG. Deve-se ainda disponibilizar a matricula na universidade da Espanha, o certificado de graduação, comprovantes pessoais e financeiros.

Entre os comprovantes necessários estão o extrato bancário ou declaração do imposto de renda. Eles terão validade para comprovar a situação financeira do solicitante. Deve ter também, o certificado de saúde e médico, que mostra a aptidão para viagem. Além disso, o certificado de antecedentes criminais dos últimos 90 dias deve estar a disposição.

O custo do visto de estudante que é necessário para realizar um curso é um pouco menos de R$ 200 e junto com ele deve ser apresentado uma fotografia 3 x 4.

Veja também:

+ Você sabe quais são os países que não precisam de visto para morar?

As universidades parceiras

Para quem está interessado em realizar um curso de pós-graduação na Espanha, existem universidades brasileiras parceiras. É como se fosse um intercâmbio e que possibilita a viagem com esse mesmo objetivo.

Atualmente, algumas universidades disponibilizam essa parceria: ESPM, UNB, UFRN, Unesp, Unip, entre outras. Vale salientar que para esse tipo de curso e estudo é necessário seguir as recomendações de cada universidade.

De um modo geral, o processo para seleção pode ser um pouco chato, mas leve em conta a comprovação de finanças, o perfil do estudante e o conhecimento em espanhol.

Confira outras dicas

Para finalizar todos os passos para realizar um curso de pós-graduação na Espanha, existem outras dicas que são muito importantes. Entre elas podemos citar a tradução juramentada. Nos dias atuais, apenas um lugar faz isso: São Paulo. O processo pode ser realizado através do envio de documentos, ou melhor, pelos Correios.

Outra dica importante é o seguro viagem. O ideal é que ela seja renovado a cada ano em que aluno permanecer no local. Até porque as operadoras não permitem um prazo maior do que 12 meses.

A última duvida a ser esclarecida é com relação ao visto de estudante. De forma geral, ele tem validade de até 90 dias, sendo esse o período para dar entrada no país. Para quem vai ficar por menos tempo, o visto não é necessário.

curso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.