FIES Pode Ser Uma Excelente Oportunidade Para Realizar Um Curso Superior

2

Você deseja colocar seu filho em uma faculdade, mas não tem recursos financeiros para pagar? Bem, nesse momento lembramos logo do FIES, que é o Financiamento Estudantil. O FIES é um programa do Governo Federal.

No post a seguir vamos explicar que o FIES pode ser uma excelente oportunidade para ingressar em uma faculdade em um curso superior de qualidade. Muitas pessoas não sabem bem a vantagem dele e muitas ainda não sabem como funciona.

Bem, temos certeza que agora você quer saber realmente se vale a pena estudar através do FIES.

Antes de qualquer coisa, vamos deixar claro que o FIES é direcionado para estudantes da educação brasileira, ou seja, é um programa estudantil. Ele tem a finalidade de colocar os estudantes em cursos superiores, já que não são todas as pessoas que possuem condições para isso.

Dessa forma, o FIES se torna uma alternativa bem mais acessível. Isso porque ele é uma espécie de empréstimo que possuem taxas de juros mais baixas do diversos empréstimos comuns que existem no mercado.

O Financiamento estudantil é uma boa opção?

FIES

Entrar na faculdade que deseja, estudar o curso dos sonhos e ter condição financeira para isso é o que muitas pessoas querem  e essas são algumas condições que o FIES divulga. Agora, de forma geral, o programa deve ser usado de forma correta para atingir o objetivo final.

Isso porque a taxa de juros dessa modalidade de empréstimo é bem mais acessível e é bem provável que caiba no orçamento financeiro, em comparação com outras opções disponíveis no mercado.

E a segunda vantagem é que o empréstimo será pago apenas depois que o aluno concluir o curso, ou seja, quando se formar. Dessa forma, ele poderá estar empregado e terá uma boa carência para começar a pagar.

Durante o curso, uma taxa deve ser paga

Logo após iniciar o curso através do FIES, uma taxa pequena, ou melhor, um valor simbólico deverá ser pago a cada três meses. Vale salientar que essa taxa será paga durante todo o curso.

Esse valor é de R$ 150 reais e com uma boa organização pode caber perfeitamente no orçamento de grande parte da população.

Analisando cada caso

Bem, o mais importante a ser entendido é que o FIES é um produto financeiro e que pode ser bom para você e pode não ser bom para outras pessoas. Dessa forma, é muito importante analisar corretamente para entender e ver como funciona o FIES. A boa noticia é que a taxa de juros é bem mais acessível.

A recomendação para quem quer estudar um curso superior através do FIES é entender o mercado de trabalho até mesmo com projeções futuras, ou seja, se a área escolhida irá proporcionar emprego e que esse emprego implicara em um bom salário para quitação do empréstimo.

Isso é de extrema importância para que o profissional cresça no trabalho, de desenvolva cada vez mais, consigo uma boa colocação dentro da empresa e dessa forma, uma boa remuneração será alcançada.

Portanto, essa situação pode indicar que você terá condição de pagar um curso superior através do Financiamento Estudantil, ou melhor, FIES.

Conheça mais o FIES

fies

Após a conclusão do curso, o estudante terá até 18 meses para se organizar financeiramente para começar a quitar o FIES. Durante a graduação, o estudante deverá pagar a cada três meses o valor de R$ 150 reais, que representa os juros incidentes sobre o financiamento.

Ao encerrar o prazo de carência, o saldo devedor do estudante deverá ser parcelado em até três vezes o período financiado de acordo com a duração regular do curso.

E como se inscrever no FIES?

Bem, a inscrição será realizada através de uma seleção FIES.

1 – FIES Seleção

O primeiro passo é acessar o Sistema de Seleção do FIES e informar alguns dados solicitados: CPF, data de nascimento, endereço e um e-mail válido. Após esse procedimento, uma senha será cadastrada para realizar o acesso. Uma mensagem de validação vai chegar no e-mail fornecido para validação.

2 – Inscrição no SisFIES

O estudante que foi pré-selecionado deve acessar o SisFIES para efetivar sua inscrição. Vale salientar que ele terá até 5 dias a contar da divulgação de sua pré-seleção. É necessário ainda informar os dados de financiamento que será contratado.

3 – Validação das informações

Depois de concluir sua inscrição no SisFIES, é necessário validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) na instituição de ensino escolhida dentro de 10 dias a partir da conclusão da inscrição. CPSA é responsável pela validação das informações na instituição de ensino no momento da inscrição.

Veja também:

+ Passo a passo como se inscrever nos cursos gratuitos do Senar.

4 – Contratação e Financiamento

Depois da validação, o estudante ou seu fiador devem comparecer ao agente financeiro do FIES dentro de 10 dias a partir do terceiro dia útil imediatamente subsequente  a data em que foi validado a inscrição no CPSA.

FIES

 

2 Comentários
  1. Deonaldo Fagundes Diz

    Tem um senac aqui em Criciuma gostaria de saber se existe possibilidade de fazer este Curso de porteiro e vigia gratuito! Que é onde moro atualmente.

    1. O Natalense Diz

      Olá! Para mais informações veja o site: https://www.senac.br/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.