Entenda Como Surgiu O Minha Casa Minha Vida

0

O Minha Casa Minha Vida é um Programa Social que visa atender pessoas possibilitando-as o acesso a moradia com condições mais acessíveis.

Através dele, famílias com renda de até R$ 1,600 podem adquirir um imóvel subsidiado e famílias com renda de até R$ 9 mil tem acesso a melhores condições para compra de uma moradia.

O programa vem dando certo a um bom tempo. A maior prova disso é que em 2018, a Caixa Econômica divulgou que quase 15 milhões de pessoas adquiriram um imóvel. Isso significa que 7% da população brasileira foi beneficiada.

Mas nem tudo é perfeito. Em 2010, um ano depois da sua criação, vários problemas começaram a surgir. Criminalidade, golpes financeiros, problemas estruturais e a distancia dos condomínios, passaram a ser tema de discussão em busca de melhoria e adequações.

Características do Minha Casa Minha Vida

minha casa minha vida

Na faixa 1 (R$ 1,600), o programa disponibiliza 5 modalidades: empresas, entidades, FGTS, Municípios com até 50 mil pessoas e rural.

Todo o dinheiro disponibilizado pelo Minha Casa Minha Vida está disponível pelo Ministério das Cidades e repassados para Caixa Econômica.

O Ministério das Cidades ao disponibilizar o Minha Casa Minha Vida tem a ideia de cooperação e colocação da população como solução dos seus problemas habitacionais.

Todo o processo para a escolha deve ser o mais transparente possível. Todos os critérios de seleção devem ser comunicados através do município.

+ Conheça a história do Programa Bolsa Atleta.

Como funciona o Minha Casa Minha Vida

Atualmente, o Minha Casa Minha Vida está em sua terceira edição. O programa que já beneficiou milhares de pessoas foi modificado pela última vez em 2017. Nas regras atuais, famílias com renda de até R$ 9 mil podem participar.

Condições de participação de cada família

1 – Faixa 1

Nessa faixa, famílias com renda de até R$ 1,800 podem fazer o financiamento em até 120 meses. As prestações podem variar entre R$ 80,00 e R$ 270,00.

Ainda nessa modalidade, o financiamento é segurado pelo próprio imóvel. A maior parte do valor do imóvel é financiado pelo governo.

2 – Faixa 1,5

Nessa faixa, famílias com renda mensal de até R$ 2,600 podem participar. As taxas de juros ficam em torno de 5% ao ano com um prazo de financiamento de no máximo 30 anos. Os subsídios disponibilizados pelo governo podem chegar a R$ 45,000.

3 – Faixa 2

Nessa modalidade, famílias que possuem renda de até R$ 4 mil podem participar com o governo participando com até R$ 29 mil na compra do imóvel. O prazo para financiamento é de até 30 anos com uma taxa de juros que varia entre 5,5 % e 7%.

4 – Faixa 3

As família com renda de até R$ 9,000 podem participar dessa modalidade.  A taxa de juros fica em 8,16% ao ano para as famílias com rendimento entre R$  4 mil e R$ 7 mil.

Já para as famílias com renda entre R% 7 mil e R$ 9 mil, a taxa de juros fica entre 9,16 ao ano. Prazo de financiamento é de 30 anos.

minha casa minha vida

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.