Você Sabe Qual É O Calendário Do Pagamento Do PIS E Do Pasep?

0

Bem, para começar vamos falar para quem se destina o PIS e para quem se destina o Pasep. O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada, enquanto que o Pasep é destinado aos trabalhadores do serviço público.

Ah, vale salientar que os dois pagamentos tem um ano base de referência.

Alias, essa questão é bem legal porque é um dinheiro que pode ser destinado para várias finalidades.

Dessa forma, para os trabalhadores da iniciativa privada quem tem direito ao PIS, o dinheiro é disponibilizado através da Caixa Econômica. Já os trabalhadores do setor público, recebem o pagamento do Pasep através do Banco do Brasil.

A ideia do nosso conteúdo é falar exatamente sobre os dois calendários de pagamento desses dois direitos: PIS e Pasep. Inclusive, abaixo, vamos explicar bem direitinho disponibilizando dicas para você, trabalhador, ficar antenado e saber como ter acesso a esse dinheiro extra.

Afinal de contas, em um momento de crise, um dinheiro extra é sempre bem vindo.

PIS e Pasep – entenda melhor esses dois benefícios

pis

Bem, com certeza você já percebeu que existe a possibilidade de ter um dinheiro extra e com certeza se interessou por isso, caso você seja um trabalhador brasileiro. No entanto, queremos explicar de forma clara do que se trata esses dois benefícios.

Para explicar de forma resumida, podemos dizer que o abono é um dinheiro pago todos os anos aos trabalhadores brasileiros.

E qual é a diferença entre PIS e Pasep?

Todo trabalhador brasileiro desempenha atividades laborais em empresas privadas ou em algum órgão público. Dessa forma, uma contribuição periódica é realizada através do Programa de Integração Social (PIS) e através do Programa de Formação de Patrimônio do Servidor (Pasep).

De acordo com essas contribuições, os trabalhadores destes respectivos lugares chegam a receber até 1 salário mínimo, ou seja, é uma quantia bem considerável.

PIS e Pasep são regulamentados por lei

O pagamento do PIS é feito aos trabalhadores com a finalidade de haver uma integração com o desenvolvimento empresarial. Ele nasceu através da Lei Complementar de número 7/1970. E, desde então, o pagamento desse benefício é realizado pela Caixa Econômica Federal.

Em paralelo com o PIS foi criado o Pasep. Ele foi pautado da Lei Complementar de número 8/1970. A diferença para o PIS é que ele se destina aos trabalhadores públicos.

Inclusive, as entidades que investem para que o abono aconteça são as seguintes: Estados, Municípios, União mais o Distrito Federal. Vale ressaltar que o PIS é pago pela Caixa, enquanto que o Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

O calendário do PIS

Bem, essa é uma questão de difícil analise. Se o trabalhador tiver nascido no mês de julho, o valor é disponibilizado a partir do dia 25 de julho. Além disso, ele pode receber até o ano seguinte, até a data de 30 de junho.

Para os trabalhadores que nasceram no mês de agosto, o pagamento do PIS estará disponível a partir do dia 15 de agosto. Inclusive, ele irá até o último dia de junho do ano seguinte.

O pagamento é realizado no mês de nascimento

Outra informação importante é que o calendário do PIS é feito de acordo com o mês de nascimento. E, de forma geral, todo mundo que tem direito vai receber até o dia 30 de junho desse ano (2020).

O calendário do Pasep

pis

Agora vamos falar sobre o calendário do Pasep. Ele é destinado aos trabalhadores públicos que querem um dinheiro extra no orçamento.

Nesse caso, do Pasep, já tem trabalhadores recebendo. Porém, é necessário ir até o Banco do Brasil para receber o dinheiro.

No entanto, se o número de inscrição tiver o final 1, por exemplo, o pagamento será realizado a partir do dia 15 de agosto. Fique de olho na data.

Fique no olho no número de inscrição

Bem, outro detalhe muito importante é que o pagamento do Pasep depende do final do número de inscrição. Portanto, fique atento a esse número.

Ah, o calendário do Pasep fica disponível de forma on-line gratuitamente no site do Banco do Brasil. E, sempre que possível, consulte as datas para não se dirigir até uma agência do Banco do Brasil na data errada.

E como receber os benefícios?

Se você for um trabalhador da iniciativa privada, se dirija até uma agência da Caixa e eles vão explicar corretamente como funciona. Todo o processo para solicitação estará a disposição.

Já no caso dos funcionários públicos, o certo é se dirigir até uma agência do Banco do Brasil. Dessa forma, as informações serão acessadas para receber o benefício.

E qual é o valor do benefício?

A definição dos valores pagos a cada trabalhador é definida de acordo com a quantidade de meses trabalhados do ano anterior a data de inicio dos pagamentos.

Dessa forma, os valores ficam da seguinte maneira: se o trabalhador trabalhou apenas um mês, ele irá receber 1/12 da quantia do salário mínimo atualizado.

No entanto, se você trabalhou durante o ano todo, o valor recebido será integral, ou seja, um salário mínimo.

Veja também:

+ Tire todas as dúvidas sobre o Seguro Desemprego.

O que é necessário para sacar o benefício?

Para quem tem direito ao PIS, existem duas maneiras de sacar o benefício: Cartão Cidadão ou Carteira de Identidade.

Com o Cartão Cidadão é necessário se dirigir até um terminal de autoatendimento da Caixa ou à uma casa lotérica. Vale salientar que a senha do Cartão Cidadão deve estar cadastrada.

Mas para quem possui apenas a Carteira de Identidade é necessário se dirigir até uma agência Caixa.

Além disso, no caso do Pasep, existe a possibilidade de o dinheiro ser depositado na conta, portanto, confira antes de qualquer procedimento. Se isso não acontecer, se dirija até uma agência do Banco do Brasil.

pis

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.