Bolsa Família – Fique Por Dentro De Todas As Mudanças Para 2021

0

Nesta segunda feira, dia 31, uma proposta foi enviada ao Congresso Nacional com algumas mudanças no Orçamento do Bolsa Família para o próximo ano, ou seja, 2021. Essa nova proposta terá um aumento de 18,22% na verba destinada ao Bolsa Família.

Segundo o texto, a verba do Bolsa Família deve passar de R$ 29,485 bilhões em 2020 para o valor de R$ 34,858 bilhões em 2021.

Além disso, o Bolsa Família deve atender mais de 15,2 milhões de famílias, o que significa um aumento de 1 milhão de pessoas em relação aos números atuais e 2 milhões a mais que a quantidade de famílias que recebiam o Bolsa Família antes da pandemia.

De acordo com o Secretário de Orçamento Federal, George Soares, o aumento deve ser por causa da expectativa da adesão de famílias ao Bolsa Família depois da pandemia do coronavírus.

Existe a estimativa de que a partir do próximo ano mais, 2 milhões de famílias estejam recebendo o Bolsa Família, totalizando 15,2 milhões, contra 13,2 milhões de famílias que estão recebendo atualmente.

Veja também:

Renda Brasil

bolsa família

Segundo o secretário da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, o Renda Brasil, que é o programa que vai substituir o Bolsa Família, ainda está sendo discutido pelo Governo Federal e que seu anuncio vai ocorrer no “momento certo”.

O Renda Brasil pode ser usado para realizar pagamentos de benefícios para uma parte dos trabalhadores informais que estão recebendo o Auxílio Emergencial. E isso poderá ser colocado no orçamento de 2021 através de uma emenda no Congresso Nacional.

O Renda Brasil vai entrar no lugar no Bolsa Família. O Bolsa Família realiza transferência de renda para as famílias que estão em situação de pobreza e extrema pobreza.

Existe a estimativa de que o Renda Brasil custe aos cofres públicos em torno de R$ 52 bilhões de reais, já que o custo do Bolsa Família é de R$ 30 bilhões ao ano.

Nessa nova remodelagem do programa, algumas regras serão alteradas e uma delas será rever a previsão de que as mães chefes de família recebam dobrado.

O Bolsa Família realiza pagamento de acordo com uma linha de corte da seguinte maneira:

– Famílias que estão em situação de extrema pobreza: recebem R$ 89 reais por pessoa.

– Famílias que estão em situação em pobreza: recebem R$ 178 reais por pessoa.

O Renda Brasil tem a ideia de elevar essa linha de corte para R$ 100 reais para famílias em extrema pobreza e para as famílias em situação de pobreza, o valor será de R$ 250 reais.

As pessoas que possuem um filho pequeno também deverão ganhar mais. Isso por que atualmente, as mães recebem o benefício desde que tenham filhos entre 0 e 6 meses. No Renda Brasil, o valor será pago para as mães que tenha filhos entre 0 e 3 anos.

bolsa família

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.