Auxílio Emergencial Não Será Prorrogado Até 2021

0

Segundo o presidente Jair Bolsonaro, o Auxílio Emergencial deve continuar até o mês de dezembro. E embora ainda não esteja batido o martelo sobre o valor, ele disse que o  Auxílio Emergencial não vai continuar com o valor de R$ 600.

Não dá para manter os R$ 600. Falam em R$ 200, mas é pouco também demais. E digo: R$ 600 é pouco para quem recebe, mas muito para quem paga. A ideia é entre R$ 200 e R$ 600 até o final do ano“, disse Bolsonaro.

Segundo o secretário da Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, não existe a possibilidade de prorrogação do Auxílio Emergencial até 2021.

Trabalhamos com essas despesas de combate ao coronavírus e as mazelas trazidas pela covid-19 como contidas em 2020. Portanto, a discussão sobre o Auxílio ainda estão em andamento e não trabalhamos com a extensão dessa gasto em 2021, e sim contidos em em 2020“, afirmou Rodrigues.

Nos últimos dias foi levantada a possibilidade que o Governo Federal poderia prorrogar o Auxílio Emergencial até os primeiros meses do próximo ano (2021), caso não haja aprovação do Renda Brasil até o final desse ano.

A declaração de Rodrigues foi realizada após as discussões de iniciarem nos bastidores sobre a possibilidade da extensão até 2021. Atualmente, o Governo está dificultando a prorrogação do Auxílio Emergencial até até dezembro desse ano. Vale salientar que serão pagas 5 parcelas no valor de R$ 600. Bolsonaro afirmou que irá prorrogar o Auxílio até o final desse ano, mas ainda não disse que o valor da nova parcela.

Veja também:

Auxílio Emergencial no valor de R$ 300?

Auxílio Emergencial

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que a nova parcela deveria ser no valor de R$ 200. No entanto, Bolsonaro disse que considera o valor baixo e disse que prefere um valor maior, ficando em R$ 300 reais. Na manhã do dia 28 (sexta feira), Bolsonaro disse que o custo mensal no valor de R$ 50 bilhões do Auxílio Emergencial deve ser reduzido.

A gente prefere até o final do ano uma importância menor do que R$ 600. Tem cara já reclamando, o tempo todo assim. Isso não é aposentadoria, é uma ajuda emergencial. Sei que é pouco para quem recebe. Mas ajuda, pô, é melhor que nada“, afirmou o presidente Jair Bolsonaro.

Vale salientar que a Lei do Auxílio Emergencial permite sua prorrogação sem que haja necessidade de validação do Congresso Nacional caso o valor de R$ 600 seja mantido. Isso significa que se o valor do Auxílio Emergencial for aprovado, o Congresso Nacional deverá aprovar essa nova mudança.

Se uma nova Medida Provisória for criada, ela terá força de Lei imediata. E mesmo assim, o Congresso pode modificar o valor do Auxílio durante sua tramitação. No entanto, Rodrigo Maia, presidente Câmara, já deu o sinal positivo que o Congresso Nacional vai aceitar o novo valor.

Mais informações acesse o SITE DA CAIXA ou ligue:

  • 0800 726 0101: SAC.
  • 0800 725 7474: Ouvidoria.

auxílio emergencial

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.